Projeto SSE VET

Por

No âmbito do projeto SSE VET, financiado pelo programa Erasmus+ da União Europeia, a APDES e o parceiro local A3S organizaram, durante o mês de julho, no Porto para uma formação-ação piloto de formação de formadoras. O projeto pretende promover a Economia Social Solidária (ESS) na Europa, através da capacitação de formadoras nesta área temática. Especificamente, o projeto propõe desenvolver conteúdos e metodologias para fortalecer as competências das formadoras. Assim, esta formação com duração de oito dias permitiu colocar em prática um programa de formação-ação co-construído com as participantes ao longo do último ano. Aquele programa contou com várias visitas a iniciativas locais de ESS, convidadas, metodologias inovadoras e diversos formatos de estruturação das sessões, movendo-nos para a criação de uma Comunidade de Formação.

Foi uma experiência verdadeiramente inspiradora e esquecedora, que permitiu juntar pessoas com percursos pessoais e profissionais diversos. Esta diversidade é a nossa maior força na mudança de paradigma que defendemos nas nossas vidas pessoais e profissionais, e que nos trouxe até aqui. Esta comunhão de valores, princípios e esforços dará, esperamos, ainda mais frutos!

Agradecemos profundamente a todas as intervenientes dos mais diversos momentos: Movimento Terra Solta, AMAP, CSA A Gralha, CASES, Luciane Lucas dos Santos, Heloísa Toledo, Movimento da Escola Moderna, Carolina Leão, Escola do Comércio do Porto, Casa Bô, Livraria Gato Vadio, Cristina Parente, Sílvia Sousa, Partido PAN, ECG – Cooperativa Cultural CRL, RedPES, Cooperativa Terra Chã, Rede para o Decrescimento, União de Freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde, CidadeMais e A Casa da Sogra. Como não poderia deixar de ser, agradecemos o apoio da A3S e o compromisso e dedicação das formandas.

Avançaremos agora para a compilação de resultados das diferentes formações-piloto dinamizadas nos vários países que integram o projeto, de modo a construir um Curso de Formação-Ação para Formadoras segundo princípios de ESS.

Este processo de inovação curricular ainda não terminou. Assim que, contamos com a participação de todas as que se identificam com a ESS e/ou estão envolvidas na área da formação profissional. Mantenham-se atentas às nossas novidades!

Esta publicação está escrita com universal feminino de forma propositada.

Deixe um comentário

%d bloggers like this: